Cabelo cabelos cacheados

Aprenda a Identificar o Problema dos Fios Ressecados, Porosos e muito Danificados?

16:24Juliana Dimas

Ola pessoal tudo certo?Para tratar dos cabelos corretamente, é preciso buscar cuidados para os tipos de cabelos, e investir em cuidados específicos em casa ou no salão. Mas além de escolher shampoos, condicionadores e máscaras de acordo com os fios (cacheados, crespos ou lisos) e as cores, é preciso investir em cuidados para os problemas mais comuns dos cabelos, como ressecados, pontas duplas, porosidade e danos profundos. Para diagnosticar corretamente, é preciso ficar atenta ao aspecto e textura dos fios.

 


Como saber se os fios estão saudáveis?
O primeiro degrau na escala de desgaste nos fios são os cabelos saudáveis. Esse tipo de cabelo não apresenta nenhum dano, é macio, com brilho e estrutura forte e na maioria das vezes, é virgem.Apesar da fase de desejo de muitas mulheres, é difícil chegar a essa classificação: "Apesar dos diversos tratamentos para o cabelo, serviços de tintura e alisamento afetam o fio, mesmo que só um pouco. É muito raro alguém ter o cabelo 100% saudável, mas dá para chegar quase nisso com o cuidado certo".

Primeiros passos: como identificar o cabelo ressecado?

Os ressecados apresentam poucos desgastes. As cutículas estão levemente abertas por processos mecânicos - por chapinha e secador - ou químicos, mas continuam mantendo o brilho e estrutura apesar de levemente áspero. Em cabelos cacheados e crespos, o caso é mais sério, porque o formato não deixa que a oleosidade natural das madeixas chegue até as pontas e deixa a extensão dos fios mais ressecadas que os lisos. Como o próprio nome já diz, o ressecado são fios secos, que precisam de água para voltar ao normal. Para acabar com esse tipo de problema, invista em produtos hidratantes, para repor a umidade natural e nutrientes que os cabelos precisam.
Além do ressecado: fios frágeis, fracos e com pontas duplas
Os ressecados podem ser mais intensos dependendo do tipo de química usada nos cabelos. Quem está com as madeixas nesse estado, tem os cabelos de estrutura frágil, que armam facilmente, ásperos, embaraçados, com frizz e pontas duplas. O vilão dessa etapa é o pH, que é alcalino nos procedimentos químicos e faz as cutículas dos fios abrirem e não voltarem ao formato natural: "O pH mais alcalino, de 8 para cima, pode causar a divisão dos fios, a famosa ponta dupla. Também é possível aumentar o enroscamento entre a fibra, o embaraço entre os fios, porque as escamas abertas 'agarram' uma na outra" Para resolver o ressecamento, o ideal é investir em produtos com pH mais ácido, que fecham as cutículas dos fios, e intercalar hidratações semanais para repor a água perdida com tratamentos de queratina e outros reconstrutores, para recuperar a estrutura dos fios e deixá-las mais fortes.
Saiba identificar a porosidade
Os cabelos porosos vão além do ressecado. As madeixas sofrem com o estado áspero e ressecado e ficam quebradiças e sem elasticidade. Isso acontece porque os fios começam a perder cimento intercelular, responsável pela coesão da fibra capilar. Para identificar se os cabelos estão porosos, além de ressecados, é possível fazer um teste simples: "segure os cabelos e os estique. Com o polegar e o indicador em formato de pinça, passe os dedos pelos fios. Se encontrar nós ou mesmo uma areiazinha, é sinal que as cutículas estão abertas, e o cabelo poroso".
Como cabelos porosos não absorvem substâncias, já que as escamas estão abertas permanentemente, as madeixas ficam espigadas e opacas, e a coloração não fixa corretamente, durando menos tempo e até ficando alterada pela saturação do pigmento. Para resolver a porosidade, é preciso repor massa dos fios, processo conseguido com produtos reconstrutores e procedimentos como a micro-queratinização, que cuidam da saúde da fibra do cabelo, e hidratações com ceramidas, que funcionam como uma cola nas cutículas, evitando a perda de água.
Identifique os cabelos muito danificados e saiba tratar
A última etapa na escala dos cabelo detonadas é a de cabelos muito danificados por diversos processos, como descolorações e relaxamentos. O cabelo, além de muito ressecado e poroso, perde a elasticidade e fica com a fibra frágil, a ponto de esfarelar ou partir em um esforço maior, como escová-los vigorosamente. Nessa etapa, é comum aparecer o efeito chiclete, em que o cabelo fica elástico, o que pode ser observado principalmente quando os fios estão molhados, em que ao puxar a mecha, ela encolhe de forma franzida, sem elasticidade.
Muitas mulheres acham que, neste ponto, não há mais retorno para o tratamento dos fios e recorrem à tesoura, tentando salvar parte dos cabelos. Porém, os passos são praticamente os mesmos do processo para corrigir a porosidade, mas é preciso um tratamento mais focado. Para quem chegou a esse ponto por excesso de químicas e chapinha, Carla Soares explica que é preciso abrir mão destes procedimentos para que o cabelo respire e receba melhor a reposição de massa.
O ideal é escolher tratamentos poderosos, como a cauterização, e repeti-lo algumas vezes, pois ,dificilmente o cabelo vai ficar saudável em apenas uma sessão.Para salvar cabelos muito danificados, é preciso investir em produtos específicos para o tipo de fio (para manter os cuidados em casa mesmo com os tratamentos no salão), e paciência, pois Os cabelo vão se recuperar aos poucos, em um processo que pode levar até meses.

Então é isso, Pessoal ....  


You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorei o post!
    beijossssssss
    http://leniliz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ótimas as suas dicas pois cabelo é coisa séria e tratar dele também,e é muito bom poder indentificar os problemas pra assim cuidarmos dele como ele merece,assim vai estar sempre sudável ,macio e brilhante nada melhor para um cabelon né linda,beijos e sucesso

    https://www.facebook.com/fashionvinteum

    http://fashionvinteum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

recent posts

Total de visualizações

Formulário de contato